• (43) 3557-1516
  • Seg - Sex: 9h00 - 12h00 | 13h00 - 16h00
<

aqui para ver o resultado da reunião com a Fenaban.

De acordo com o jornal Correio Brasileiro, a direção do banco, liderada por Pedro Guimarães, foi informada de que a MP provocaria uma chuva de ações na Justiça, já que os empregados são concursados e, nos editais das seleções, estava especificada a jornada de trabalho. Isso provocaria muita confusão para o banco, salientou o jornal.

Integrantes da direção Caixa afirmaram que o recuo é um forte sinal de como o comando da Caixa tem agido de forma precipitada, preocupado apenas em mostrar serviços para o Palácio do Planalto. A decisão da ampliação da jornada veio três dias depois da edição da Medida Provisória 905, que amplia a reforma trabalhista e corta uma série de direitos dos trabalhadores.

 A Mensagem do Conselho Diretor do banco afirmou que somente os caixas continuariam com jornada de seis horas. Os demais deveriam se preparar para trabalhar mais duas horas até que saísse um comunicado oficial da instituição.

O anúncio do aumento da jornada gerou inúmeros comentários dos empregados nas redes internas, muitos, inclusive, levantaram a intenção de recorrer à Justiça para fazer valer o direito à jornada de trabalho de seis horas de segunda a sexta-feira.

Fonte: Correio Brasiliense

DEIXE O SEU COMENTÁRIO